Moda e Beleza

Saias plissadas

Escrito por Letícia Melo

Falar sobre saias plissadas é como esbarrar em épocas diferentes da moda. Mesmo que sem querer, chegamos aos anos 20, passamos pelos anos 50. Do Egito a toda a América… A começar pela mulher que foi, e ainda é, referência do sexo feminino, Marilyn Monroe. Conquistada pelo estilo das saias plissadas usou e abusou da geometria criada, suas fotos mais famosas são registros que contam com o figurino da saia.

O vestido foi usado pela atriz no filme de 1955 – O Pecado Mora ao Lado

Plissada, do francês plissé, é um conjunto de pregas estreitas, delicadas e permanentes, obtidas por pences prensadas ou costuradas no tecido. Aqui na região, manequim com look composto por essa peça, não falta. E para facilitar o uso delas, algumas dicas foram criadas, de forma que quem usa, se sinta melhor em relação a imagem que vê. E hoje eu resolvi trazer algumas:

• As sais curtas ou mini plissadas, são essenciais pra alargar as silhuetas, e podem ser usadas com t-shirts mais larguinhas que cobrem a cintura. Esse look vai dar um efeito moderninho. Há quem diga que essas não podem ser usadas durante o dia, mas acredito que não existe essa regra. Há maneiras de sair com esse tipo de saia em qualquer hora do dia e ocasião.

• Já o midi, sensação das últimas sensações, pode ser usado por qualquer pessoa, e valoriza a silhueta. Elas podem ser usadas com blusas mais justinhas e por dentro da saia. Esse modelo é um aliado pra quem tem pernas muito finas.

• Longas, essas precisam de um pouco de cuidado. Como chamam atenção no look, precisam de blusas mais básicas, uma composição colorida demais ou com briga de ambas peças pode ser um perigo. Outro cuidado é não fazer o look ficar informal para uma ocasião especial. Também é aliada das pernas finas, mas pode ser usada por qualquer pessoa.

Sobre o autor

Letícia Melo

Letícia Melo, 17 anos. Blogueira de Moda. Contato: aoitavacor@gmail.com Instagram: @_aoitavacor

Comentários no Facebook