Negócios

8 passos para empreender suas paixões

Escrito por Redação

Pensa em um projeto que você admira muuuito. Pensou? Aqueles que quando você conheceu você pensou “poxa eu queria ter inventado isso”. Isso já aconteceu com você? Você já parou para pensar, o que será que essa pessoa fez para o projeto ter ido pra frente? Quais foram os passos que ela deu? Será que ela pensou em desistir?

Todo projeto, ideia, negócio ou iniciativa que você admira, um dia, ela já foi um sonho na cabeça de alguém. Todos os dias levantam da cama milhares de sonhos. A maioria morre ao longo do dia. Mas alguns sobrevivem, insistentes chacoalham a nossa mente, inquietam nossa alma, faz frio na barriga e coceira no coração. Estes sim, são os sonhos certos. Os sonhos certos são feitos de entusiasmo, brilho no olhar e frio na barriga. Sim, frio na barriga. A ideia boa te aterroriza e eletriza as outras pessoas também.

Vou te confessar algo. Quando a gente decidiu que era hora de ajudar as empreendedoras que nos procuravam, nós, antes de tudo, sentimos frio na barriga (pra não dizer que ficamos apavoradas de medo). Será que damos conta? Será que temos as competências necessárias? Claaaro! Mas só descobrimos isso na prática. Fomos nos fazendo e nos refazendo ao longo deste caminho. Mas antes de tudo a ideia precisou mexer com a gente.

Ideias boas tem paixão no DNA. Se você colocar uma lupa e ver bem de pertinho por dentro do tecido de uma boa ideia, vai encontrar amor, talento, originalidade, viralidade e principalmente valor. Não é nada diferente com os pequenos negócios. Talvez por serem pequenos mais ainda, eles precisam da paixão e dos talentos de quem o cria. Essa paixão é o que motivará a jornada e o que o tornará único, original, já que quanto mais você se colocar no seu negócio, mais ele terá a sua personalidade e portanto ele será feito de uma combinação única de seus talentos, conhecimentos e paixões.

1. Conheça a ti mesmo

Uma coisa estamos certas. Quanto mais você se conhece, melhores serão as suas escolhas na vida. Por que? Simplesmente porque elas estarão alinhadas com seus valores, sua personalidade e suas competências e isso é poderoso, concorda? Então o primeiro passo é esse aí: re-conectar-se com seus valores, motivações, fontes de energia, talentos e competências.

perguntas-chave:

  • O que é importante para você viver feliz? (valores pessoais)
  • Quais atividades te dão energia?
  • O que você gostava de fazer quando era criança (por quê?)
  • O que você faz bem que mal te dá trabalho?
  • Como você quer viver a sua vida?
  • O que é sucesso para você?

2. Encontre seu foco

Nem toda paixão, vira negócio. De tudo o que te dá energia, que te move, que é importante para você e que você faz bem, o que interessa aos outros?

perguntas-chave:

  • O que as pessoas pagariam para você fazer?
  • O que as pessoas pedem com frequência para você fazer?
  • O que você poderia fazer melhor que os outros a partir de seus talentos e habilidades?
  • Que benefícios você pode gerar com seu trabalho?
  • Que combinação única de talentos, paixões e habilidades você pode gerar?

3. Planeje seus passos

Sonho sem um plano é só um desejo. O que você precisa fazer para que sonho vira realidade já?

  • Qual é sua proposta de valor?
  • Quem são seus clientes? Como você se relaciona com eles?
  • O que você oferece melhor que seus concorrentes?
  • Quais são as parcerias-chave?
  • Quais serão suas fontes de receitas?
  • Quais são seus custos?

4. Teste

A melhor forma de validar suas ideias e saber se sua paixão ou talento pode virar um negócio, é testando. Como?

  • Encontre uma forma de se voluntariar naquela atividade que você tanto sonha
  • Comece a contar suas ideias para as pessoas e veja a reação
  • Monte um protótipo e apresente ao mundo
  • Tente vender algumas amostras e veja a reação das pessoas
  • Comece com um plano B nas suas horas vagas para aprender a dinâmica do seu negócio antes de largar tudo.

5. Diferencie

Nada pode matar mais o seu negócio que estar em um mar de mesmice. Como fazer com que as pessoas se importem com sua ideia? O que você pode fazer melhor? Você tem colocado sua personalidade no seu negócio ou tem copiado a receita de outros?

  • Inicie algo novo, crie um manifesto para expressas suas ideias
  • Diferencie-se pelo conhecimento. Escolha um nicho e seja o melhor ali
  • Diferencie-se pela personalidade. Coloque mais de você em tudo que fizer

6. Lance

Todo lançamento é precedido de grande ansiedade. Os melhores lançamentos são os que conseguem contagiar  com emoção e ter a atenção do público antes mesmo do dia oficial.

  • Como você pode criar expectativa para seu lançamento?
  • Crie uma base de leitores ou seguidores antes mesmo de lançar seus produtos
  • Tenha um checklist para não esquecer nada

 7. Promova

É aqui que muita gente empaca. Criativos não gostam de se promover, em geral. Mas de que adianta ter todo o trabalho de colocar seu sonho na realidade, se as pessoas não conseguem encontrá-lo? Sim, é possível se promover sem doer. Como dominar a arte de “agitar as coisas”? Algumas ideias:

  • Faça um evento online gratuito e convite as pessoas que você acredita que se interessariam pela sua oferta
  • Crie ebook gratuitos e ofereça em troca de emails
  • Inicie relacionamentos interessantes via newsletter
  • Seja útil nas redes sociais. Crie conteúdo que orienta, inspira e ajuda
  • Use videos para contar a história do seu negócio. As pessoas amam histórias
  • Não copie o mundo corporativo, fale a sua linguagem.

8. Evolua

Sempre é hora de recordar algo que esquecendo a medida que deixamos de ser crianças: Precisamos perder o medo de errar. Todo aprendizado é um presente, mesmo quando a dor é sua professora. Não tenha medo de errar, comece antes de estar pronta, aprenda no caminho.

Sobre o autor

Redação

Comentários no Facebook