Tecnologia

CouchSurfing: muito mais que hospedagem gratuita!

Escrito por Aline Vasconcellos

Conhece!? Não!? Então, deixa eu te contar como esse site, e hoje também aplicativo, tem me possibilitado viajar.

Como todos que vêm me acompanhando sabem que não saio para viajar com grana para me hospedar em hostel, hotel, pousada… Enfim, formas convencionais de hospedagem. Porque isso custa, e normalmente é a parte mais cara de uma viagem. Saí com a cara e coragem, força de vontade de ir viajar, pra conviver e conhecer mais dos outros e de mim.

Desde 2003, existe o Coushsurfing, a tradução literal seria “surfe de sofá”. A primeira impressão da ideia por trás do Couchsurfing pode parecer meio maluca. Pois se trata de uma comunidade online onde pessoas do mundo inteiro se dispõem a ceder um cantinho de suas casas para receber completos estranhos sem cobrar nada por isso. E o que eu posso garantir é que o que se ganha com essa experiência vale muito mais que dinheiro.

Em 2012 o Couchsurfing atingiu a marca de 4 milhões de membros em mais de 180 países. De acordo com seus organizadores, não se trata só de encontrar uma hospedagem gratuita por todo o mundo, mas de estabelecer ligações pelo mundo.

E pra mim, que recebi algumas pessoas no tempo em que morei em Floripa e venho sendo recebida nesse mundão é realmente isso! Já fiz diferentes tipos de viagem e por diversos lugares do mundo sem sair do meu sofá. Já conheci lugares em cidades que não estavam em nenhum roteiro turístico.

Então, meu desejo é que cada vez mais, mais pessoas conheçam e troquem experiência pelo o mundo que seja uma forma de possibilitar mais viajantes de alma a viajarem, a se beneficiem do intercâmbio cultural proporcionada pela convivência, ainda que breve, com pessoas de outras partes de seu país ou do mundo.

E até aqui depois de 250km rodados, já tive a oportunidade de ser recebida por 3 Hosts:

Os primeiros o casal Mari e Murilo com suas 3 cadelas Galega, Luli e Emi nos receberam muito bem em um final de semana super agradável em uma casinha super aconchegante com decoração linda em Garopaba-SC. Como bons gaúchos nos fizeram um delicioso churrasco e juntos cozinhamos, tocamos, cantamos, fizemos trilhas, fomos à praia e me deram a experiência de surfar pela primeira vez.

Praia da Ferrugem – Garopaba SC

Depois foi a vez de Larissa e Felipe seu namorado que são uns amores​. Fomos os primeiros couchsurfing desse casal gente boa e ficamos muito honrados com isso. E eles tiraram de letra foram super fofos, adoro gatos e eles tem Bali e Gili duas gatinhas que são uma graça. Nos receberam por 3 noites e partilhamos bons papos, numa dessas conversa​s descobrimos a sobremesa predileta dá Larissa churros, e que eram todos amantes de doces e assim fizemos uma noite de muitos churros e risos. Nos deram muitas dicas do que vê em Laguna e me levaram a vê um lindo por do sol de outono.

Hoje escrevo de Criciúma-SC já me despedindo do meu amigo Aurio um Angolano meio maluco mas muito divertido, que gosta de viajar e partilhar a vida com as pessoas. Muito receptivo nos recebeu aqui por 2 noites e nos apresentou seus amigos, saimos pra conhecer a cidade de Bike, falamos de negócios, projetos, futuro, viagens, impermanência e indecisões. Conheci um pouco da Angola, de suas realidades e cultura em meio a papos sérios e muitas risadas.

A despedida, o sair da casa de quem te acolhe quando há troca, quando houve vida sendo vivida, momentos bons partilhados não é fácil. Fica aqui mais uma vez meu agradecimento a vocês pelo aconchego, pelo carinho e por doarem e cederem mais que parte do lar de vocês parte de si. Levo comigo a certeza que deixo amigos em cada lugar que passo e dentro desse movimento nos encontraremos de novo pelo mundo. Minha casa sempre estará de portas abertas pra recebe-los. Grande abraço meus queridos!

Sobre o autor

Aline Vasconcellos

Mineira, 26 anos, apaixonada pelo mar. Prazer de estar em novos lugares, na natureza e de uma boa prosa com as pessoas pra ouvir suas histórias​.
Mochileira, Cicloturista, Engenheira Civil de formação, Fotógrafa de coração e no momento viajante por paixão. Geminiana em constante transformação. Sou eu, um pouco de você e dos lugares por onde passo.

Comentários no Facebook